was successfully added to your cart.

O BALLET NA MAIOR FAVELA DO MUNDO

By April 9, 2018Journal
O ballet na maior favela do mundo

O BALLET NA MAIOR FAVELA DO MUNDO

Como já falei aqui antes, eu amo ver o poder que a dança tem como agente transformador não só físico como também emocional e social. Conheci esse projeto incrível das organizações Anno’s Africa e One Fine Day que dá aulas de ballet em uma das maiores favelas do mundo, Kibera, comunidade localizada no Quênia, na África Oriental.

Uma vez por semana, a sala de aula da Spurgeons Academy– uma escola que acolhe principalmente crianças que ficaram órfãs por causa do HIV e lhes oferece, além da educação, a oportunidade de terem uma família de acolhimento- se transforma em um estúdio de ballet improvisado.

Todas às quartas-feiras, depois das aulas regulares, os próprios alunos e professores tiram todas as cadeiras e mesas e limpam o chão da sala de aula. A partir daí, o espaço- sem eletricidade, muito menos espelho ou barras específicas para a prática do ballet- virá vira sala de aula do professor e bailarino profissional Mike Wamaya.

Usando as paredes de apoio, os 30 alunos se revezam no pequeno espaço para dançar. Descalços- as sapatilhas de ponta, além de serem caras, não aguentam o atrito com o chão de cimento- e com tutus azuis, cor-de-rosa e lilás, os pequenos bailarinos dançam ao som de música clássica, que sai do computador e das caixas de som trazidas pelo professor.

A dança, além de uma distração para as crianças, é também uma possibilidade de melhoria de vida. Devido ao bom desempenho, quatro dos 30 alunos da turma de ballet de Kibera foram chamados para treinar em um estúdio em Karen, nos subúrbios da capital, Nairobi. E, no final de 2016, ainda tiveram a chance de se apresentarem no Teatro Nacional, com a famosa peça Quebra-Nozes.

As vezes, tem emoções que só as imagens conseguem transmitir. Compartilho aqui com vocês algumas fotos maravilhosas feitas pelo fotojornalista Fredrik Lerneryd com essas crianças.

Leave a Reply