was successfully added to your cart.

SVETLANA ZAKHAROVA, A ESTRELA DO BOLSHOI

By February 28, 2018Journal
Svetlana Zakharova, a rainha do Bolshoi

SVETLANA ZAKHAROVA, A ESTRELA DO BOLSHOI

”Svetlana Zakharova é algo impossível de alcançar” é como a bailarina ucraniana é definida em matéria do portal Evening Standard.

Principal bailarina do Ballet Bolshoi desde 2003, Svetlana Zakharova é considerada por críticos e coreógrafos como um fenômeno único no mundo do ballet clássico e contemporâneo.

Com uma alta versatilidade e poder de dominar qualquer estilo e tendência do ballet, Svetlana se destaca por suas interpretações tão únicas e pessoais, que vão do romântico ao contemporâneo. Deixando sua marca em todos os ballets mais conhecidos do mundo, a bailarina já interpretou papeis de clássicos como Gisele, Cármen, Cinderela e Lago dos Cisnes, além de trabalhos mais modernos como Serenade, Apollo e Now and Then.

Porém, sua paixão pelo ballet não começou muito cedo. Na mesma entrevista ao portal britânico, a bailarina lembra que nunca foi daquelas meninas que já gostavam de fazer pliés no parquinho desde muito pequenas.

Nascida em 1979, em Lutsk, na Ucrânia, Svetlana, filha de uma coreógrafa e um servente, ingressou na Escola de Coreografia de Kiev aos 10 anos, mas desejava os feriados. Quando ia para casa, primeira coisa que queria fazer era brincar com suas bonecas e esquecer as aulas. Mas a experiência a determinou. “Aprendi a fazer tudo sozinha. Aos 10 anos, já era adulta” lembra a bailarina.
Svetlana só foi pensar no ballet seriamente mais pra frente. Aos 14 anos, ela percebeu que poderia dançar melhor que qualquer outra pessoa da sua turma. O que foi confirmado quando ganhou as melhores notas de uma comissão independente de jurados. E aos 17 anos, a bailarina se juntou ao Kirov Ballet (agora The Mariinsky), em São Petersburgo.

Foi o bailarino Mikhail Baryshnikov que a fez uma estrela. Ela sorri ao falar que ele é seu santo padroeiro.

Depois de uma noite de gala em Versailles, onde ela havia se apresentado com o Mariinsky, o diretor lhe disse que Mikhail Baryshnikov estava lá naquela noite e queria que ela soubesse o quanto ele a admirava. Um ano depois, a bailarina recebeu um telefonema do Paris Grand Opera a convidando para dançar La Bayadère.

“Após a estreia, Brigette Lefèvre [o diretor] me disse: ‘Você sabe por que eu convidei você? Porque Mikhail Baryshnikov me disse para ir a Versailles te ver dançar’. Depois de Paris, todos me conheciam e começaram a falar sobre mim” relembra a bailarina.

Aos 38 anos, a bailarina mais influente do Ballet Bolshoi ainda espera ter muitos anos de dança pela frente, mas entende que em algum momento terá que parar. “Eu apenas espero que meu futuro esteja conectado com esta arte, com a dança. O teatro é minha vida. E eu quero muito continuar fazendo o que eu amo” afirma Svetlana Zakharova.

Espero mesmo que sua carreira não termine tão cedo, afinal, com certeza, essa maravilhosa bailarina ainda tem muito o que contribuir para o universo da dança.

 

Leave a Reply