was successfully added to your cart.

QUANDO O BALLET ENCONTRA A FOTOGRAFIA

By August 17, 2017Journal
“Eu acho que o corpo humano é destinado ao movimento.” – Andrej Uspenski

 

O amor do bailarino Andrej Uspenski pela fotografia começou quando ele era um menino, observando seu pai, que era um fotógrafo amador, em seu quarto escuro. “Ele não poderia me deixar de fora, era um universo que me fascinava”, lembra ele.

Durante 10 anos, Andrej Uspenski fez parte do Royal Ballet, a primeira e mais importante companhia de ballet do Reino Unido. Nascido em São Petersburgo, ele estudou na Academia de Baladas da Vaganova, Palucca School, Dresden e na Escola de Balé de Estado de Berlim. Em 1998, ele ganhou o segundo prêmio no Rieti International Ballet Competition, e no ano seguinte ganhou o segundo prêmio no Yalta International.
Como bailarino profissional, ele nunca abandonou seu olhar de fotógrafo, e sempre foi visto nas salas de ensaio ou nos balcões e cochias da Royal Opera House de Covent Garden fotografando seus colegas.

Estando na posição única de ter um olho de fotógrafo e bailarino, e com acesso sem paralelo aos espaços de ensaio e bastidores, Andrej passou a compilar uma incrível coleção de fotografias, que foram reunidas em diversos livros. Ele foi membro da Royal Ballet até 2015, quando se aposentou dos palcos e passou a se dedicar em tempo integral à fotografia. “Eu adoro dançar e quis continuar o maior tempo possível, embora sempre ciente de que não conseguiria estar no palco como bailarino para sempre”, disse ele em entrevista na época de sua primeira exposição. Andrej tornou-se então o fotógrafo oficial da Royal Ballet.

Ele publicou livros de fotografia como “Dancers: Behind the Scenes with The Royal Ballet” (2013); “Natalia Osipova: Tornando-se um cisne” (2013), e “Steven McRae: Dancer in the Fast Lane” (2014). Seu trabalho já foi exibido em galerias pelo mundo, como a Old Truman Brewery. Ele segue fotografando grandes nomes do ballet mundial, como Steven McRae, Thiago Soares e Iana Salenko.

 

                                    
“Os bailarinos, obviamente, me conhecem e confiam em mim, então eles estão relaxados e confortáveis quanto os fotógrafos, o que faz uma imagem melhor. Eu adoro capturar esses momentos de ballet”, disse ele. As imagens dão uma visão única da vida de um bailarino e transmitem a óbvia paixão de Andrej pela fotografia. Sua coleção de retratos utiliza luz e sombra para explorar a dinâmica da forma humana.
 

#giovanapuoli #dance #ballet #bailarina #bailarino #aulas #balletvideos #fotografia #andrejuspensky #thiagosoares #royalballet #london

Fotos: © Andrej Uspenski.

Salvar

Leave a Reply