was successfully added to your cart.

INGRID SILVA

By June 30, 2017Journal
INGRID SILVA

INGRID SILVA

UMA JOIA BRASILEIRA QUE BRILHA EM NOVA YORK

Ela é considerada uma das melhores bailarinas da nova geração, já dançou para a rainha do soul Aretha Franklin e, o melhor de tudo, é brasileira! Aos 28 anos, Ingrid Silva é um dos mais importantes nomes do aclamado Dance Theatre of Harlem (DTH), a primeira companhia de ballet clássico negra, fundada em NY, em 1969.

Natural de Benfica, zona norte do Rio de Janeiro, filha de uma empregada doméstica e de um funcionário aposentado da Força Aérea, Ingrid teve os primeiros contatos com o ballet aos oito anos de idade, por meio do Dançando Para Não Dançar, projeto social criado no Morro da Mangueira pela bailarina clássica Thereza Aguilar.

A partir das aulas no projeto, ganhou bolsa para a Escola de Dança Maria Olenewa, do Teatro Municipal do Rio de Janeiro e para o Centro de Movimento Deborah Colker, além de uma oportunidade para estagiar com o famoso Grupo Corpo, em Belo Horizonte. Em 2007, chamou a atenção da principal bailarina do DTH, Betânia Gomes, que, de passagem pelo Brasil, a convidou para uma audição na prestigiada escola norte-americana. No ano seguinte, ela embarcou para a Big Apple sozinha, com 18 anos, sem falar uma palavra de inglês. Com trabalho duro, foco e dedicação construiu seu nome.

A menina da periferia carioca que achava que jamais conseguiria seguir carreira no ballet por não encontrar outras bailarinas negras como ela, conquistou seu espaço e hoje é a primeira solista do DTH, estampa os cartazes de divulgação da turnê da companhia de dança, foi inspiração para um curta-metragem sobre a sua vida e encanta plateias com a sua técnica e talento no palco. Um verdadeiro orgulho pra nós brasileiros

 

Foto: @underground_nyc

Leave a Reply