was successfully added to your cart.

O LAGO DOS CISNES

By June 23, 2017Journal
O LAGO DOS CISNES

O LAGO DOS CISNES

O CLÁSSICO DOS CLÁSSICOS

Como já contei aqui pra vocês, nessa minha temporada em Nova York eu tive o prazer de assistir a O Lago dos Cisnes com o American Ballet Theatre (ABT), uma das performances da companhia mais aguardadas pelo público todos os anos.
Acho o Lago dos Cisnes, ao mesmo tempo, um dos ballets mais clássicos e mais difíceis de serem dançados. Não só por conta da técnica dos passos, mas pela dupla interpretação da bailarina que dança o Cisne Negro e o Cisne Branco, dois seres completamente opostos. O Cisne Negro é sedutor, forte, contagiante, enquanto o Cisne Branco é leveza pura, inocência, sensibilidade.
Assim, todo mundo que assiste fica muito ansioso para ver a interpretação da bailarina em ambos os papéis. Na apresentação do ABT, coube a Misty Copeland o desafio. Bastante elogiada pela crítica especializada, ela é, atualmente, um dos grandes nomes do balé nos EUA e a primeira mulher negra a ser promovida à primeira bailarina do ABT em 75 anos de história da companhia. (como eu contei em outro post só sobre ela)
Eu queria muito assistir a Misty dançando pessoalmente e fiquei muito feliz em realizar esse sonho. Como Cisne Branco, achei que ela poderia ter trabalhado um pouco mais o cotovelo para desenvolver melhor os movimentos de braço semelhantes ao cisne. Como Cisne Negro, achei que ela se saiu melhor, mais dinâmica e precisa nos movimentos.
O ballet, no geral, foi incrível, o corpo de baile estava impecável, muito limpo e bem ensaiado, e o cenário deslumbrante e pomposo. Pena que passa tão rápido! Mas ainda assim é uma experiência única e inesquecível

Foto: Gene Schiavone

Leave a Reply